7 FORMAS DE CRIAR UMA CULTURA DE CONVITE

7 FORMAS DE CRIAR UMA CULTURA DE CONVITE

Da América à Austrália o desafio comum para os líderes das igrejas em todo o mundo está em como motivar os membros a sair e a convidar pessoas para o Alpha. Então pedimos à Beth da Vintage Church LA e ao Greg da Unihill Church, Melbourne, para partilharem connosco como abordaram este desafio, e ouvir como é que eles desenvolveram não só o hábito, mas a cultura do convite.

 

1. Comecem com o porquê

Como diz o Simon Sinek, se queremos que as pessoas comprem o que fazemos, elas precisam de acreditar no porquê de fazermos aquilo. Com o Alpha não é diferente. Se querem deixar a vossa comunidade animada em convidar os amigos para o Alpha, eles precisam de perceber porque é que a Igreja está a utilizar esta ferramenta – para partilhar o Evangelho e levar as pessoas a Jesus. Na Vintage Church, eles passam grande parte do serviço de Domingo, a partilhar histórias do Alpha e a explicar o impacto que este pode ter na vida das pessoas. “Também mostramos vídeos”, diz Beth, “para que as pessoas saibam para onde vão e qual o motivo pelo qual as convidamos”. Na igreja de Unihill, Greg dedica os sermões de Domingo ao convite.

 

2. Sintam-se confortáveis com o ‘Não’

Um dos maiores desafios do desenvolvimento de uma cultura de convite é superar o medo de rejeição da própria comunidade, diz Greg. “Se eu perguntar ao meu amigo e ele disser “Não”, o que é que eu digo depois disso? Para evitar essa rejeição inicial, que pode ser suficiente para impedir as pessoas de voltar a tentar, Greg toma medidas e decide falar de forma prática, com a sua comunidade, sobre como convidar. “Treinamos todos a que possam dizer ´Talvez da próxima vez´ ou  ´Fazemos Alpha regularmente, se estiver interessado de uma próxima vez  diga-me´. Esta resposta a um “Não” não é o fim do mundo, e pode ajudar a dar a coragem necessária para convidar amigos para o Alpha.

 

3. Façam eventos sociais descontraídos

É muito mais fácil convidar pessoas para uma noite divertida do que para um serviço. Algumas semanas antes de começar, a igreja do Greg realiza um pequeno festival de comédia, durante duas noites. “Os membros da comunidade podem convidar os amigos que não estão prontos para entrar no culto da igreja, mas que estão prontos para vir a uma noite de comédia.” No evento, o comediante cristão faz um breve apelo ao evangelho como parte do set, e o Greg faz um discurso rápido sobre o Alpha, enquanto distribui convites personalizados. “Desse evento tivemos, na verdade, um número considerável de pessoas que vieram ao Alpha”, diz ele.

 

4. Não façam a pergunta grande de mais

1.jpg

Na perspectiva de ingressar num curso de onze sessões mais um fim-de-semana a meio, pode soar a bastante assustador para qualquer um – o comprometer-se a nível de tempo pode ser um bom escape para possíveis convidados. Mas, ao pedirmos aos convidados que apenas experimentem, e depois decidam, o convite Alpha torna-se, de repente, menos intimidante tanto para os convidados como para quem convida. “Apenas nos focamos em levar pessoas ao Alpha nas primeiras semanas.”, diz Greg. Na Vintage Church, a equipa da Beth encontrou o sucesso ao dividir o convite em duas partes. “Convidamos as pessoas para um curso de 6 semanas”, explica ela, “então, por volta da quinta semana, damos-lhes a possibilidade de continuarem nas semanas seguintes, se quiserem – descobrimos que, ao fazer isto, as pessoas tinham mais possibilidades de se inscrever e ir.”

 

5. Equipem a vossa comunidade  

Pode ser vulnerável convidar alguém para o Alpha, então qualquer ajuda que possam dar às vossas equipas pode fazer toda a diferença. Na Vintage church, decidiram criar uma aplicação onde incluem a leitura recomendada, podcasts úteis e até mesmo o áudio de palestras anteriores. “ Quando os convidados percebem que o teu papel é ajudá-los a explorar, e não dar respostas às suas perguntas – se poderem dizer ´lê isto´ou ´vê aquilo´- então eles estarão muito mais predispostos a tentar Alpha.” Se criar uma aplicação é algo fora do normal para a vossa igreja, não se preocupem, a solução não precisa de ser cara nem de alta tecnologia – basta fornecerem alguns materiais impressos, investir em alguns livros para emprestar ou apenas sugerir um bom podcast. Isto pode ser o suficiente para encorajar um convidado.

 

6. Conheçam o vosso público alvo (adaptem o vosso Alpha)

É sempre  boa ideia adaptar o ambiente do vosso Alpha para atraír o público que pretendem – e isso fará o efeito de tornar o convite pessoal mais fácil. Por exemplo, na Vintage Church, organizam sessões de degustação de vinhos e até degustação de donuts! Se quiserem realmente fazer Alpha com jovens, poderão trabalhar no sentido de incluir um jogo/desporto na vossa sessão, ou basear o curso num passatempo comum. Qualquer que seja o ajuste que façam ao vosso Alpha, para o tornar mais atraente para os vossos convidados, também tornará o convite mais fácil e natural!

 

7. Façam da primeira noite uma noite de lançamento

2.jpg

´O convite para o nosso jantar de apresentação, é mais como que um convite para um evento´, explica Beth, referindo que imprimem convites personalizados que vão distribuindo a toda a igreja. “ O nosso objectivo passa por tornar mais fácil, e possível  para a nossa comunidade, convidar os seus amigos – e descobrimos que as pessoas vêm apenas porque é um evento simpático onde podem conhecer novas pessoas”, explica Beth. Como qualquer jantar de apresentação, eles tentam torná-lo divertido, com um bar, música ao vivo (não-cristã) e um ambiente descontraído. Quem não convidaria os seus amigos para uma noite assim?

O convite pessoal pode ser uma coisa poderosa! Partilhem estas sete dicas e tornem o convite parte da cultura da sua igreja.


 

Em seguida, descubram as 9 formas de tornar o vosso Alpha (realmente) divertido.

Find an Alpha near you

Try Alpha

Find out more about Alpha

Learn more